Tente outra vez

sábado, 19 de novembro de 2011 00:16 Postado por Arielle Gonzalez
Parem o mundo que eu quero descer! Está decidido, não quero, não posso e não consigo brincar mais disso. Desisto de ser adulta, de levar a vida a sério e só levar rasteiras dela. Cansei. Larguei de mão. Joguei a toalha. Não aguento mais essa eterna briga com a ansiedade que sempre trapaceia com a ajuda do medo e me passa a perna com uma mãozinha do acaso. Não suporto as incertezas que nascem com esse maldito inicio do fim.

Eram quatro anos, agora são apenas duas semanas e não enxergo nenhum consolo nisso. Já sinto falta da ilusão de segurança que a faculdade costumava oferecer. Faz tanto tempo que sou lagarta que, às vezes, tenho a impressão de que nenhum asa colorida vai me manter no ar. Não quero ir de encontro ao chão mais uma vez. Ainda mais quando a queda é tão dolorida e não passa de mais um lembrete da falta que algumas mãos firmes me fazem. 

E tudo isso combinado e analisado faz com que o meu cérebro chegue a uma unica resposta: not good enough.

1 Response to "Tente outra vez"

  1. Silvio da Fonseca O. Jr. Says:

    Estranho afirmar, mas passei (e passo) por uma situação semelhante. Obrigado por expressar um pouco das coisas que eu nunca consegui traduzir em mim.

Postar um comentário