Serena

domingo, 19 de junho de 2011 19:40 Postado por Arielle Gonzalez
Eu mudei.
As canções que me levavam nas tão desejadas viagens no tempo, agora, me irritam. Como se o passado não me aturasse mais. 
Quero músicas novas, novas lembranças. Vozes estranhas cantando a minha vida de uma maneira que nem eu consigo explicar.

Eu cansei.
Não gosto mais desse baile de máscaras que é a vida. Não quero brincar disso. Tô chateada, não falo. De saco cheio, não sorrio. Me permito abraçar a solidão e fazer dela a minha companheira.
O sistema é falho, assim como tudo que faço, e sempre chega aquele momento que afasto tudo e todos, só para depois reclamar que me sinto só.

Eu tumbleio. Eu leio. Eu assisto.  
Me perco longe da realidade e lá encontro a paz que o mundo real se recusa a me dar.
O tempo passa, não me cura, e eu não esqueço. 
Deixa estar. A vida continua. O show não pode parar.

Como diria o Camelo: deixa o amanhã e a gente sorri, que o coração já quer descansar

0 Response to "Serena"

Postar um comentário